1. Existe limite de idade para ser realizada a cirurgia?
Não, mas raramente devem ocorrer indicações da cirurgia para pacientes com menos de 16 ou mais que 60 anos.

2. Quanto tempo vou levar para voltar ao trabalho?
• Para o trabalho que exija atividade física leve; ex: escritório, bancário. (15 dias)
• Para trabalho que exija atividade física moderada; ex: motorista, cozinheiro (30 a 60 dias)
• Para trabalho que exija atividade física intensa; ex: metalúrgico (90 dias)

3. Quais os riscos da cirurgia?
Como em toda cirurgia de grande porte , existem alguns riscos. Os principais são:
• Fístulas (vazamentos na região onde foram realizados pontos e grampeamentos) que são prevenidas e até tratadas com um dreno que é deixado no abdome. Se não for deixado o dreno e acontecerem vazamentos, será necessária uma reoperação para drenagem. Daí a necessidade de se colocar o dreno em toda cirurgia desse porte mesmo sendo rara a ocorrência de vazamentos.
• Embolia Pulmonar (ocorrência rara porém muito grave, durante os primeiros dias após qualquer cirurgia, que faça com que uma pessoa obesa fique com certo grau de imobilização, pode haver a ocorrência de coágulos (trombos) nas pernas, estes coágulos, caso apareçam, podem seguir pela circulação até os pulmões, causando entupimento das veias pulmonares, o que na maioria das vezes pode levar à morte.

4. Quanto tempo vou ficar internado?
Para a cirurgia de Fobi-Capella é de dois dias em média.

5. Qual o tamanho do corte na cirurgia de Fobi-Capella aberta?
Cerca de 10 centímetros.

6. Ficarei com algum dreno ou sonda após a cirurgia?
Sim. É uma rotina deixarum dreno e uma sonda do lado esquerdo do abdome após a cirurgia. O dreno ficará por 7 dias e a sonda será retirada após 10 à 14 dias.

7. Qual a função do dreno que é deixado por 7 dias após a cirurgia?
O dreno servirá para orientar e tratar a ocorrência de uma possível fístula (vazamentos que podem ocorrer na região dos pontos e grampeamentos).

8. Qual a função da sonda que é deixada por 10 à 14 após a cirurgia?
É realizar a administração de líquidos na porção do estômago que foi isolada, (porção maior do estômago) para preservar o “estômago menor” nos primeiros dias após a cirurgia (10 à 14 dias)

9. Como podemos evitar a embolia pulmonar?
Existem cuidados que fazem diminuir muito os riscos de embolia pulmonar:
• Uso de meias especiais com aparelho de compressão intermitente durante a cirurgia . Mobilização precoce no leito após a cirurgia. Fisioterapia motora.
• Uso de pequenas injeções de anticoagulantes durante alguns dias a partir da cirurgia.

10. Após quantos dias volto a me alimentar?
No segundo dia após a cirurgia é reintroduzida a dieta, que nestes primeiros quinze dias será composta apenas de líquidos. Na segunda quinzena a dieta passará à alimentos pastosos e, após 30 dias retorno à dieta normal, porém com um volume bem menor, que progressivamente aumentará, até a aperda de peso ideal.

11. Quando conseguirei comer após a chegar ao meu peso ideal?
Essa medida varia de paciente para paciente. O volume tolerável em cada refeição será o equivalente à dois ou três pedaços de pizza.

12. Quando posso voltar a dirigir?
Cerca de 15 à 30 dias após a cirurgia.

13. Quando posso voltar à ter relações sexuais?
30 dias após a cirurgia.

14. Pode ocorrer queda de cabelo?
Sim. Com freqüência ocorre queda de cabelo nos primeiros meses após a cirurgia, mas que voltará ao normal após estabilização do peso. A utilização de complexo vitamínico nesta fase pode ajudar à diminuir esta ocorrência.

15. A cirurgia de Fobi-Capella é reversível?
Sim, mas não é por isso que alguém deve realizá-la tendo em vista a possibilidade de reversão, uma vez que qualquer reoperação é sempre muito difícil.

16. Tenho que usar faixa ou cinta abdominal no caso da cirurgia aberta?
Na maioria das vezes não recomendamos o uso de cintas abdominais, em virtude do tamanho da incisão ser muito pequena. Incisões maiores já devem ser acompanhadas do uso de cintas no pós- operatório.

17. Quando posso engravidar?
O ideal é que a gravidez não ocorra até que tenha sido atingido o peso ideal. Em média um ano após a cirurgia.

18. Vou gastar muito com medicamentos e/ou produtos para curativos após a cirurgia?
Será necessário comprar antibiótico, injeções de anticoagulantes (10) e material para curativos, que devem resultar em um gasto aproximado de R$ 500,00.

19. Devo realizar também uma cirurgia plástica?
Não são todos os pacientes operados que querem ou devem realizar uma cirurgia plástica. Após um ano da cirurgia é que podem ser iniciadas avaliações para indicar ou não às plásticas.

20. Por que não estou perdendo peso igual à um(a) amigo(a) que está operado(a) também?
Nunca faça comparações entre colegas operados, cada um tem um metabolismo diferente, o que faz com que a perda de peso ocorra de forma variável no decorrer do pós operatório.

21. Posso ter pedras na vesícula?
Sim; 30% dos obesos tem pedras na vesícula antes da cirurgia ou terão após a redução, necessitando com isso retirar a vesícula biliar.

22. Posso fumar?
Não. O cigarro, além de ser prejucial à saúde, provoca tosse que pode forçar a região dos pontos e provocar hérnias, além do acumulo de secreções nos pulmões, ocasionando até pneumonias.

23. Precisarei tomar vitaminas?
Sim. Após 30 dias da cirurgia, poderá ser iniciado o uso de vitaminas, que serão mantidas até que seja necessário, baseado nos exames laboratoriais realizados em toda fase pós operatória. Pode haver necessidade de vitaminas por toda vida.

24. Posso tomar bebidas alcoólicas e refrigerantes?
Nos primeiros 6 meses não se deve tomar refrigerantes, que devido ao gás, causará sensação de mal estar e estufamento, além de ocasionar náuseas e vômitos. As bebidas alcoólicas são absorvidas mais rapidamente e poderão embebedá-lo mais intensamente , além de fazer mal ao fígado.

25. O que acontece com o estômago desviado?
Permanece ligado aos órgãos vizinhos normalmente, seguido pelo duodeno e intestino, até juntar-se à porção do intestino que está vindo do estômago pequeno.

26. Qual é o tipo de anestesia será utilizada?
Seja qual for o tipo de cirurgia da obesidade, a anestesia será sempre geral.

27. Quanto tempo levarei para chegar ao meu peso ideal?
Varia entre 6 meses à dois anos. A maior parte é perdida nos primeiros seis meses, e vai progredindo até mais de 2 anos. O aumento da atividade física e a restrição ao uso do açúcar podem acelerar esta perda.

28. Qual a média de peso que perderei na Cirurgia de Capella?
Cerca de 40 a 50% de meu peso inicial.

29. Os grampos que são utilizados na cirurgia podem ocasionar algum tipo de problema?
Não, eles são fabricados em um material inerte, podendo permanecer no interior do organismo pela vida toda, mesmo nos diabéticos.

30. Há algo para minizar a cicatriz?
Manter o curativo por mais tempo, uso de vitaminas E e C, adesivos com corticóides e uso de pomadas cicatrizantes. Todos os medicamentos deverão ter orientação médica para o uso.

31. Há algum alimento que nunca mais poderei ingerir?
Não. Com o passar dos meses, após a cirurgia, você deverá progressivamente ingerir o alimento que desejar. Ocasionalmente, algum tipo específico de alimento poderá causar desconforto (ex: arroz), o que é sempre temporário, e novas tentativas deverão ser feitas com algumas semanas de intervalo, até que não ocorra mais desconforto.

32. É normal vomitar muito após a cirurgia?
Não, isso não é normal. Porém, os vômitos e sensações de entalo são freqüentes nos primeiros meses após as operações com um maior componente restritivo, como a operação de Capella. Isso ocorre em virtude da necessidade de cuidados ao se alimentar, como comer devagar e mastigando bem. Como os hábitos alimentares antes da operação geralmente são bem diferentes, é preciso tempo e dedicação para se adaptar a esse novo estômago. É como dizemos, o paciente opera o estômago e não a cabeça. Daí a necessidade de uma equipe multidisciplinar, com psicóloga, nutricionista, que ajude o paciente nesse período inicial.

33. Tenho hérnia de hiato, posso operar?
A cirurgia para tratamento da obesidade corrige a hérnia de hiato.

34. Como ficarei na sala de cirurgia?
Quando estiver na sala de cirurgia, as primeiras pessoas que você verá serão, os anestesistas, os assistentes da equipe e a instrumentadora. Será colocado soro na sua veia, alguns adesivos na região do tórax (para o monitor de batimentos do coração), um dedal em um dedo de sua mão (para medir o oxigênio). Suas pernas serão enfaixadas, para diminuir o risco de formação de coágulos.

35. Como e onde ficarei após a cirurgia?
Quando termina a cirurgia, o paciente é levado a sala de recuperação pós-anestésica, ficando lá por cerca de 4 à 6 horas até estar bem acordado para ser levado ao quarto.
Alguns pacientes, por estarem muito acima do peso ou por ter algum problema clínico prévio, passam a primeira noite na UTI (unidade de terapia intensiva), mas apenas por excesso de zelo não significando que houve qualquer problema .
Chegando ao quarto, procure ficar deitado, podendo se levantar para urinar sempre com ajuda.
Não poderá ingerir nada pela boca. Você estará com 3 tubos finos na sua barriga (drenos), um fica na gordura, sob a pele; e será retirado no dia da alta; outro à sua direita (que será retirado com 7 dias) e o 3º à sua esquerda (que permanecerá por 1 mês e está dentro do estômago excluído). Também estará com soro, para as medicações. É normal sentir um pouco de dor e náuseas apesar de estar tomando medicações, estas sensações podem persistir com menor intensidade no dia seguinte.

36. Quando e quais atividade físicas poderei fazer?
Pequenas caminhadas podem ser feitas logo após a alta hospitalar; caminhadas em esteiras podem ser iniciadas após 30 dias, hidroginástica e exercícios que não envolvam a musculatura abdominal após 90 dias e todo tipo de exercícios em academias após 6 meses.

37. O que é Dumping?
É quando depois de você comer ou beber, você escuta ou sente o seu coração bater, fica com suadores e/ou trêmulo, as vezes pode sentir urgência em usar o banheiro; isso pode ocorrer em graus diversos de intensidade dependendo do que você tenha comido, pode ocorrer após a ingesta de grandes quantidades de açúcar ou alimentos concentrados e gordurosos.

38. O que faço se tiver dumping?
Você deve sentar-se ou ficar em repouso, em local bem ventilado, normalmente essa sensação passará em no máximo 30 minutos.

39. Por que alguns pacientes tem anel e outros não?
Na cirurgia de Fobi-Capella costuma-se colocar um anel de silicone para exercer uma restrição próximo do final do novo estômago com o objetivo de retardar a passagem do alimento, fazendo com que o individuo tenha saciedade mais rápido.
Quando o paciente não tem um índice de massa corpórea tão alto pode não ser necessário a colocação do anel, pois o mesmo não teria necessidade de comer tão pouco. Ao contrário do que muitos pensam, o anel não é um meio utilizado para evitar a dilatação do estômago, mas sim, para retardar a passagem do alimento e fazer com que a pessoa coma menos. Atualmente, indicamos o anel, salvo em algumas exceções, para pessoas que tenham índice de massa corpórea maior que 45.

40. Depois de operar terei que ir ao médico sempre?
Após a cirurgia o indivíduo deve retornar ao consultório com 7, 14 e 30 dias. Passado o primeiro mês, as consultas devem ser mensais até um ano. Após um ano, as consultas devem ser a cada 3 meses num período de 2 anos. Passado 2 anos, as consultas deverão acontecer em caso de necessidade física.